Currículo

CLOTILDE TAVARES é escritora, dramaturga, atriz, professora de teatro e pesquisadora em cultura popular. Já publicou mais de 40 títulos entre peças teatrais, livros e folhetos de cordel. No teatro, participa de montagens de espetáculos, como dramaturga e atriz. Mantém o blog Umas & Outras, com mais de 400 textos no ar e faz presença constante nas redes sociais através de seus perfis no Twitter, Facebook, Instagram e Tumblr. É membro de associações culturais e detentora de vários prêmios na área da Cultura.

Em 2016 viajou por 15 cidades brasileiras, incluindo grandes capitais, com o projeto “O Cordel Está no Ar” selecionado pela Bolsa de Fomento à Literatura, do Ministério da Cultura, divulgando a literatura de cordel através de palestras e encontros.

Mantém no YouTube, desde junho de 2017, o canal Clotilde Comenta, com mais de 60 vídeos no ar, tendo como tema principal a Literatura e o Cinema.

Em março de 2018 criou o LEIA – Clube de Leitura, que funciona no Auditório do Hospital do Coração toda primeira sexta-feira do mês, aberto ao público, tendo encerrado o ano com 11 reuniões realizadas e 9 livros lidos pelo grupo e despois discutidos.

Está presente no Twitter, Facebook e no seu blog umaseoutras.com.br, sempre com temas culturais.


 

PRINCIPAIS PUBLICAÇÕES

  • “Iniciação à Visão Holística”. Rio de Janeiro, Record, 1998. (Ensaio)
  • “A Magia do Cotidiano”. Natal, Ed. Cnews, 1999. (Ensaio)
  • “A Agulha do Desejo”. Natal, Engenho de Arte, 2003 (Crônicas).
  • “A Vida e a Obra do Padre Malagrida, o Santo Andarilho do Nordeste”. Natal, Engenho de Arte, 2005. (Folheto de cordel)
  • “Natal, a Noiva do Sol”. São Paulo, Cortez, 2005. (Literatura Infanto-Juvenil)
  • “A Botija”. São Paulo, Editora 34, 2006 (Novela).
  • “Coração Parahybano”, João Pessoa, Linha Dágua, 2008. (Crônicas)
  • “O Verso e o Briefing: a Publicidade na Literatura de Cordel”, Natal, Jovens Escribas, 2011. (Ensaio)
  • “Formosa és: memórias do internato”, Natal, Jovens Escribas, 2012. (Memória)
  • “O Monstro das Sete Bocas”, Natal, Jovens Escribas, 2015. (Ficção)
  • Notícias da Existência do Mundo”, Natal, Jovens Escribas, 2017. (Crônicas)
  • “As Aventuras de Luluca na Paraíba Encantada”, Natal, M3Editora, 2019. (Literatura Infanto-Juvenil)
  • “De Repente a Vida Acaba”, Natal, M3Editora, 2019 (Romance)

Seus livros “Natal, a Noiva do Sol”, “A Botija” e “O Monstro das Sete Bocas” são adotados nas escolas de Natal e outras cidades do Rio Grande do Norte.


 

TEATRO

  • “Papai Pirou nas Ondas do Rádio”, de Guto Greco, direção de João Marcelino, 1991 a 1993. (Atriz principal)
  • “O Moço que casou com Mulher Braba”, direção de João Marcelino, 1993. (Adaptação do texto)
  • “A Maldição de Blackwell”, direção de Marcos Bulhões, 1995. (Autora do texto, atriz principal e produtora executiva).
  • “O Romance do Pavão Mysteriozo”, direção de Marcos Bulhões, 1995. (Atriz principal e autora da adaptação do texto e da música, produtora executiva).
  • “Auto de Natal 2001”, promovido pela Prefeitura Municipal de Natal, com direção de Gringo Cardia. (Autora do texto)
  • “Esperando Godot”, de Samuel Beckett, direção de Marcos Bulhões. Agosto de 2002. (Atriz principal)
  • “Auto de Natal 2002”, promovido pela Prefeitura Municipal de Natal, com direção de Marcos Bulhões. (Autora do texto)
  • “Alguém Lá Fora”. Natal, 2004. (Autora do texto, diretora e produtora executiva.)
  • “A Farsa dos Opostos”, direção de João Marcelino, com o Grupo Imbuaça (Aracaju/SE), Em cartaz. (Autora do texto)
  • “Tramas”, recital de música e poesia. Natal, 2013. (Autora do roteiro e atriz.)
  • “Os perigos de Vitória”, direção de Henrique Fontes. Natal, 2013. (Autora do texto)
  • “A Estrada”, direção de Henrique Fontes. Natal, 2013. (Autora do texto) Espetáculo contemplado no edital “Natal em Cena”, da Prefeitura Municipal de Natal.
  • “Lamatown: quando a lama virou mar”, direção de Henrique Fontes. Natal, 2014. (Autora do texto e atriz.). Espetáculo contemplado no edital “Natal em Cena”, da Prefeitura Municipal de Natal.

 


PRINCIPAIS TÍTULOS E PRÊMIOS

 

  • Prêmio de Melhor Atriz no XVI Festival de Inverno de Campina Grande, PB/ Mostra Nacional de Teatro, com o espetáculo “Papai Pirou nas Ondas do Rádio”, em 1991.
  • Prêmio Câmara Cascudo, da Prefeitura Municipal de Natal, com a novela “A Botija”, em 2000.
  • Homenagem da Câmara Municipal de Natal pelos serviços prestados à cultura, em 2004.
  • Homenagem do Conselho de Cultura do Estado da Paraíba pela implantação do site Cordel On Line, em 2005.
  • Homenagem do Conselho de Cultura do Estado da Paraíba pelo projeto O Cordel Está no Ar, em 2006.
  • Medalha de Honra ao Mérito da Câmara Municipal de Campina Grande, Paraíba, pelos relevantes serviços prestados à cultura da região, em 2011.
  • Título de Cidadã Natalense, concedido pela Câmara Municipal de Natal, em 2013.