Bibliografia – As peças

As peças que vamos estudar especificamente foram escritas em grego antigo, e sofreram diversas modificações ao longo dos séculos, nas mãos de copistas, tradutores e editores. Mesmo com todos esses intermediários que nos separam do original, o texto que nos chega hoje é magnífico. Apesar disso, muitas edições são estragadas, deturpadas ou inviabilizadas pela tradução para o português.

Por isso recomendo e adoto as traduções de Mário da Gama Kury, por seus méritos intrínsecos e também porque são fáceis de adquirir, a um preço razoável. Então: se for comprar, não compre qualquer tradução. Compre as do Kury, porque vai facilitar muito a sua vida.

ÉSQUILO. Oréstia. Agamenon, As Coéforas e As Eumênides. 8.ed. Rio de Janeiro, Zahar, 2010.

SÓFOCLES. Trilogia Tebana. Édipo Rei, Édipo em Colona e Antígona). 8 ed. Rio de Janeiro, Zahar, 1998.

EURÍPIDES. Ifigênia em Áulis, As Fenícias e As Bacantes. 5 ed. Rio de Janeiro, Zahar, 2005.

Em negrito as peças sobre as quais falaremos. Se der tempo incluiremos As Troianas e Medeia, de Eurípides.

Existem inumeráveis traduções dessas peças, como já falei acima. Você não é obrigada a comprar, nem precisa ter lido para compreender os temas das aulas. Eu mesma, ainda muito jovem, só fui ler algumas depois de ver aulas ou palestras sobre elas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *